NEGWix_176_16.jpg
VTEX

“QUEM APRENDE A NAVEGAR AQUI NAVEGA EM QUALQUER LUGAR”

Um dos veteranos à frente de um unicórnio no brasil, Mariano Gomide diz que as dificuldades forjaram uma empresa competitiva no mundo

Os amigos Mariano Gomide e Geraldo Thomaz iniciaram uma carreira no mercado financeiro logo após a conclusão do curso de engenharia mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 1998. Dois anos mais tarde, porém, os dois pediram demissão para empreender. Juntos criaram uma startup que deu origem ao que é hoje a VTEX, fornecedora de plataformas de comércio eletrônico. A empresa de tecnologia se tornou um unicórnio em setembro de 2020, após um aporte de R$ 1,2 bilhão numa rodada de captação série D liderada pelo fundo Tiger Global com participação da Lone Pine Capital. 
No dia 21 de julho, a companhia abriu o capital nos Estados Unidos, quando atingiu um valor de mercado de US$ 3,7 bilhões. “O principal objetivo não é levantar recursos financeiros e sim dar visibilidade à maturidade da operação diante do mundo”, diz Gomide, copresidente da VTEX, posição que divide com seu sócio, Thomaz. Hoje a empresa possui clientes como Sony, Walmart, Coca-Cola e AB InBev em 32 países. Cerca de 30% dos 1,6 mil funcionários trabalham em algum dos 11 escritórios da empresa fora do Brasil, inclusive nos Estados Unidos. 
A primeira operação fora do país foi aberta dois anos antes da chegada dos primeiros investidores, em 2015, após anos a fio de crescimento mantido basicamente com recursos próprios, com muitas dificuldades no percurso. A seguir, os principais trechos da entrevista. 

GloboMais.jpg

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png