VÊM AÍ OS NOVOS ANJOS

O investidor-anjo Baybars Altuntas tem conexões nos ecossistemas de inovação da Ásia, da Europa e dos Estados Unidos — e enxerga no horizonte várias tendências e uma grande ameaça para a inovação

O mundo tem pela frente uma crise econômica diferente de todas as outras — e isso vai mudar as relações entre grandes empresas, startups, investidores e governos. Baybars Altuntas, investidor e empreendedor turco de 51 anos, está bem posicionado para fazer algumas previsões a respeito. Ele é presidente do Fórum Global de Investimentos de Anjos dos Negócios (WBAF), em Istambul, e ocupa cargos-chave numa grande organização de anjos americana (GBAN, em Washington) e outra europeia (EBAN, em Bruxelas). Acredita que a pandemia vai ter impacto cataclísmico e duradouro. Ao longo da entrevista que deu a Época NEGÓCIOS, tratou o coronavírus por “senhor” e por “sultão”, em referência a Mehmed II, que marcou o início da Idade Moderna ao conquistar Istambul. Baybars alerta que o “sultão coronavírus”, ao conquistar o mundo, deve encerrar a era em que falávamos muito mas avançávamos devagar rumo à digitalização dos serviços essenciais e à cobertura global de internet. Na era que se inicia, esses avanços fazem diferença entre vida e morte. O “sultão” também ameaça frear o ritmo da inovação em geral, por empobrecer populações inteiras, derrubar a demanda e mudar prioridades. Ao mesmo tempo, deve conferir nova relevância às startups sobreviventes, por causa da capacidade dessas empresas de criar bons novos empregos. A pandemia deve ainda atrair para o universo das startups uma onda de investidores vindos de negócios tradicionais. Baybars é expansivo e bem-humorado, diferente da persona televisiva que exibia como jurado no programa de TV Toca do Dragão, a versão turca de Shark Tank. Ele continua ativo no setor: em 2020, pela primeira vez, o WBAF lançou um fundo próprio e levantou US$ 10 milhões para investir em startups e scaleups.

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
NovoLogoEpocaNegociosMar2016_Branco.png