wix_EN182_imgs11.jpg
Jean Jereissati

“A GENTE VIROU UM CANHÃO PARA A INCLUSÃO PRODUTIVA”

Para Jean Jereissati, presidente da Ambev, suas novas metas sociais refletem a crença de que não adianta crescer sozinho – e é preciso compartilhar com a sociedade o poder e o conhecimento que tem internamente

Uma das metas mais importantes do executivo Jean Jereissati, presidente da Ambev no Brasil, não tem nada a ver com a venda de bebidas. Neste ano ele precisa colocar de pé um movimento que até agosto vinha sendo organizado nos bastidores dentro da companhia. Sob o nome de Projeto Bora, o objetivo é formar 5 milhões de pessoas nos próximos dez anos num ambicioso programa de inclusão. Uma das prioridades é desenvolver o empreendedorismo para o pequeno varejo, fragilizado com a pandemia. Outra é abrir para a sociedade as portas de sua universidade corporativa, que formou cerca de 5 mil profissionais da área de tecnologia nos últimos três anos. Se der certo, ele vai ganhar pontos no cálculo do bônus pelos resultados deste ano.

GloboMais.jpg

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png