GOLPE DURÍSSIMO - MAS COM A ESPERANÇA DE TRANSFORMAÇÃO

Relatório da consultoria Mckinsey avalia o impacto do novo coronavírus na indústria da moda

A indústria da moda não estava ansiosa para a chegada de 2020. Não mesmo. Apenas 9% dos executivos do setor acreditavam que os novos tempos seriam auspiciosos. Se as perspectivas apontadas no relatório anual da consultoria americana McKinsey eram ruins sem o Sars-CoV-2, com o novo coronavírus ficaram ainda mais sombrias. Intitulado The State of Fashion 2020: Navigating uncertainty e divulgado em novembro de 2019, o documento previa uma desaceleração para o segmento entre 3% e 4% neste ano em relação ao anterior. Com a pandemia, o maremoto se transformou em um tsunami de incertezas. “Essa crise humanitária e financeira tornou redundantes as estratégias planejadas para 2020”, lê-se em nova análise da McKinsey sobre o impacto da covid-19 na indústria da moda. “Os negócios estão expostos, enquanto seus líderes têm de enfrentar um futuro desorientador e seus trabalhadores, vulneráveis, um presente de dificuldades e miséria.”

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
NovoLogoEpocaNegociosMar2016_Branco.png