100 INOVADORES CONTRA AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Um grupo seleto de pioneiros começa a apontar um caminho de oportunidade na jornada rumo a um capitalismo de baixo carbono

Um dos poucos consensos em torno da transição para uma economia de baixo carbono é que a inovação, em seu sentido mais amplo, será o melhor — se não o único — caminho para chegar lá. Estima-se que os investimentos necessários para zerar as emissões de gases de efeito estufa somem US$ 2 trilhões por ano até 2050. O aumento do conhecimento acumulado sobre as mudanças climáticas fez com que o Fórum Mundial de Davos, que reúne a elite da economia global, passasse a falar em catástrofe climática, em vez de emergência climática. Os eventos extremos, como secas e inundações, passaram ao topo da lista de riscos globais, desbancando as crises econômicas e financeiras que sempre lideraram o ranking.  

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
NovoLogoEpocaNegociosMar2016_Branco.png