O ANO QUE NÃO ACABOU

O período entre a descoberta do vírus e a tomada da vacina deve acelerar tendências suficientes para provocar mudanças de direção e intensidade em fenômenos que se desenrolam há anos nos negócios. Mapeamos 30, essenciais para entender 2021

A Tomada da Bastilha — uma fortaleza usada como prisão política pela realeza da França — é considerada o momento-chave da Revolução Francesa. Até hoje se comemora o 14 de julho de 1789 como o marco inicial da Idade Contemporânea. Mas é claro que a invasão de um prédio com apenas sete prisioneiros não inaugurou a revolução por si só. A Tomada da Bastilha se tornou o símbolo de um processo que começou muito antes e terminou bem depois, moldado por diversos fatores: o forte ressentimento contra a monarquia, as ideias iluministas, uma severa crise econômica, disputas sangrentas entre grupos sociais, a proclamação da república três anos mais tarde. “Quanto mais você tenta definir o evento responsável por uma ruptura, maior é a fronteira que precisa delimitar para o que considera ser esse evento”, afirma o sociólogo Duncan J. Watts, professor da Universidade da Pensilvânia, no livro Everything is obvious — once you know the answer (“Tudo é óbvio, depois que você sabe a resposta”, em tradução livre).

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
NovoLogoEpocaNegociosMar2016_Branco.png