NEGWix_176_8.jpg
iFood

“O FUTURO É DA COMIDA PRONTA. COZINHAR VAI SER UM HOBBY”

A empresa já atingiu a média de 60 milhões de entregas por mês e acredita que ainda pode crescer muito mais

Você já deve ter notado que os motociclistas – e ciclistas também – que entregam comida nos horários de almoço e jantar nas cidades brasileiras são cada vez mais numerosos. Principalmente aqueles que levam na garupa um baú vermelho com o símbolo do iFood, a empresa que lidera o serviço de entrega de refeições no país. Nas capitais, é raro encontrar alguém que nunca tenha encomendado ao iFood um sanduíche, uma pizza ou mesmo uma fina refeição de restaurante estrelado. “Estamos conectados a 300 mil restaurantes e damos trabalho para dezenas de milhares de entregadores”, orgulha-se o CEO da empresa, Fabricio Bloisi.
O exército de entregadores do iFood já se aproxima dos 200 mil, segundo o CEO, que cita o alto nível de satisfação de seus colaboradores, revelado por uma pesquisa, para se defender de críticas às condições de trabalho proporcionadas pela empresa. Na entrevista a seguir, Fabricio Bloisi prega a necessidade de uma atualização das leis trabalhistas para viabilizar mais benefícios e fala da contribuição dos unicórnios para o país avançar em questões como a educação, a sustentabilidade e a inclusão social.

GloboMais.jpg

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png