A NOVA CORRIDA BÉLICA 

China, EUA e Rússia investem em mísseis com novas tecnologias, que escapam aos radares

Nas comemorações dos 70 anos da revolução chinesa, no início de outubro, a China exibiu, com orgulho, seu aparato militar. Os mísseis hipersônicos de longo alcance, equipados com uma tecnologia não detectada por radares, com capacidade para atingir alvos a uma distância de até 15 mil quilômetros, ocuparam o foco das atenções, nos desfiles pelas ruas de Pequim. 

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
NovoLogoEpocaNegociosMar2016_Branco.png