A HISTÓRIA DO VÍRUS NO BRASIL

Força-tarefa quer rastrear as mutações do SARS-Cov-2 no país

Uma força-tarefa formada por instituições privadas, institutos de pesquisa como a Fiocruz e mais de 50 cientistas de diversas regiões do país vai mapear o genoma do vírus da covid-19. O esforço permitirá recolher informações que servirão de base para estudos sobre a ação de vacinas, remédios e medidas de controle da doença. Um dos grandes desafios do Projeto Genoma Covid-19 é entender a mutação genética que o vírus apresentou no país. “O Brasil tem a particularidade de ser um país imenso, com população numerosa e, por isso, a chance de mutações é grande”, diz Guilherme Oliveira, diretor-científico do Instituto Tecnológico Vale, que faz parte do consórcio instituído para mapear os genes do coronavírus.

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
NovoLogoEpocaNegociosMar2016_Branco.png