OK_Henrique Dois.jpg
Capa

“FALAR 10 MINUTOS NO CORREDOR TODOS OS DIAS NÃO CRIA CONEXÃO”

Como Henrique Dubugras e seu sócio, Pedro Franceschi, os mais jovens fundadores de um unicórnio no mundo, construíram um estilo de vida em que o tempo de trabalhar, se divertir e aprender se misturam – e as conquistas parecem chegar numa velocidade quântica

TODA A TRAJETÓRIA do paulista Henrique Dubugras, de 26 anos, e do carioca Pedro Franceschi, de 25, é uma completa subversão do tempo de carreira tradicional, mesmo para os padrões mais velozes do Vale do Silício. Há quatro anos os dois criaram a fintech Brex, em São Francisco, nos Estados Unidos. A empresa se tornou unicórnio com apenas um ano de existência. O negócio começou com a oferta de crédito para startups, nicho desprezado por grandes bancos, sem clareza sobre o histórico e portanto sobre o risco de crédito desses empreendedores. Hoje já vale US$ 12,3 bilhões, após uma rodada de investimentos liderada pela gestora Greenoaks, no dia 22 de outubro.
A foto que ilustra esta reportagem foi realizada poucas horas após o fechamento do aporte, de US$ 300 milhões, que elevou o patamar da startup a decacórnio – nome reservado aos unicórnios cujo valor ultrapassa US$ 10 bilhões. Os dois, que moram e trabalham em Beverly Hills, na região da cidade de Los Angeles, desde que decidiram abraçar o modelo remote-first há pouco mais de um ano, compartilharam naquele dia uma agenda particularmente agitada. Entre uma reunião e outra, abriram uma brecha de 15 minutos para a foto, adiada por duas vezes no mesmo dia. A entrevista exclusiva, felizmente, fora realizada antes disso, após uma negociação que levou mais de um mês.

GloboMais.jpg

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png