NEG170_13.jpg
Entrevista

“A XP É UMA EMPRESA DE DONOS”

Em entrevista exclusiva, Thiago Maffra, novo presidente da XP, falou ao lado de Guilherme Benchimol sobre os traços da cultura da empresa que devem ajudar na virada da companhia para um banco digital — e os que ainda estão em transformação

Guilherme Benchimol, fundador da XP, e Thiago Maffra, o novo presidente da empresa, trabalham juntos há cerca de quatro anos numa transformação cultural da companhia. O objetivo é prepará-la para competir como um banco digital. É uma nova fase de expansão para a empresa, que se consolidou nos primeiros 20 anos de existência como a maior fintech de investimentos do país. O desafio agora é incorporar outros produtos e finalmente “desbancarizar” clientes dos grandes bancos, que ainda concentram mais de 90% das receitas do setor.
Mineiro, nascido em Araxá, Maffra tem o currículo típico entre os executivos da Faria Lima, como administração no Insper e MBA na Universidade Columbia. Mas, segundo ele, foram conquistas obtidas com muito suor, como bolsa parcial e a venda de um carro da família, de classe média, para bancar o aluguel na capital paulista, dividido entre sete colegas. Segundo pessoas próximas, ele incorpora alguns dos valores da companhia, de trabalho duro e resiliência.
Leia a seguir trechos da entrevista que eles concederam a Época NEGÓCIOS por videoconferência, às vésperas da oficialização da mudança no comando da XP.

GloboMais.jpg

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png