"ESTAMOS DIANTE DE UM COMPLETO APOCALIPSE ECONÔMICO"

Em entrevista a Época NEGÓCIOS, Salim Ismail, CEO e cofundador da EXO Works, afirma que não iremos nos recuperar da crise do coronavírus. E isso não é ruim

A frase de apresentação de Salim Ismail no WhatsApp diz: “Globe trotter. Não. É sério”. É sério mesmo. Empreendedor serial, autor do livro Organizações Exponenciais, ex-diretor fundador (e hoje embaixador) da Singularity University, fundador e CEO do ExO Works — uma organização dedicada a estimular o surgimento de organizações exponenciais pelo mundo — e membro do conselho de organizações como a fundação X Prize, entre outros predicados, Salim visitou cerca de 15 países, em 2019. Sem contar as visitas repetidas. Ou viagens dentro de um mesmo país. Desde o início de março, o globe trotter não sai de um lugar: sua casa em Toronto, no Canadá. Do home office comandou a ExO World 2020, uma teleconferência para discutir o impacto da pandemia. Realizada recentemente no Brasil, teve cobertura exclusiva por Época Negócios. “ExO World é a Conferência de Bretton Woods do século 21. É onde as instituições para enfrentar novos desafios globais serão estabelecidas”, elogiou Nishan Degnarain, codiretor de finanças sustentáveis na London School of Economics. Hiperconectado sem sair do lugar, Salim reflete sobre o futuro do trabalho e da economia após a covid-19. “Acabou a era das empresas com um grande edifício-sede e mais de 500 funcionários que aparecem lá, todo dia, sem uma razão especial”, afirma ele a Época NEGÓCIOS. “O mundo não vai voltar ao normal, e isso pode ser uma boa notícia.” A seguir, os principais trechos da conversa. 

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
NovoLogoEpocaNegociosMar2016_Branco.png