NEGWix_176_2.jpg
C6 Bank

“BANCO DIGITAL TAMBÉM PODE ATENDER À ALTA RENDA”

Fundado por ex-sócios do BTG Pactual, o C6 atraiu 11 milhões de correntistas e virou unicórnio no auge da pandemia

O banco C6 foi fundado em 2018 com uma proposta arrojada: ser um banco digital completo, que atuasse com pagamento, investimento e crédito para públicos de diversos perfis – dos jovens que não querem pagar nada até correntistas mais abastados. Uma proposta diferente de outros modelos de fintechs, que geralmente se especializam em determinado segmento.
Em três anos, o C6 atraiu 11 milhões de clientes e se tornou unicórnio no final de dezembro de 2020, após um aporte de R$ 1,3 bilhão de 40 investidores privados, num processo que teve o banco Credit Suisse como agente financeiro. 
A credibilidade do C6 se deve aos fundadores Marcelo Kalim, Leandro Torres, Teco Calicchio e Adriano Ghelman, todos com passagem pelo BTG Pactual. Kalim é o CEO do banco. Torres atua na corretora e coordena as atividades no mercado de capitais. Ghelman supervisiona canais de distribuição, crédito e câmbio. E Calicchio se dedica à cultura corporativa e melhoria na experiência do cliente. Na entrevista a seguir, Calicchio revela os planos do C6 para se consolidar como primeiro banco digital voltado para a alta renda.

GloboMais.jpg

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png