DESAFIOS PARA O FUTURO

O maior entrave da Biotecnologia não será mais a “tecnologia”, mas sim a “bio”

Catapultada pelos impressionantes avanços de ciência de dados, inteligência artificial, aprendizado automático (“machine learning”) e automação, a biotecnologia parece ilimitada quando analisamos seus potenciais usos no futuro. Estes avanços estão trazendo à realidade uma nova onda de inovação, com o potencial de revolucionar da saúde e agricultura aos bens de consumo e energia. Espera-se, em curto espaço de tempo, um ganho efetivo na capacidade de recombinar o material genético de organismos de diferentes espécies, desenvolver vacinas em ritmo dez vezes mais rápido do que as tradicionais, examinar o genoma humano em poucos dias e a baixo custo, editar os gens vislumbrando efetivamente a cura de doenças historicamente incuráveis, desenvolver tecidos para reverter degenerações, criar biomáquinas e biocomputadores, produzir alimentos sem a necessidade de sacrificar animais, criar materiais sintéticos por “fábricas” de bactérias e fungos... Enfim, uma lista interminável de benefícios com real capacidade de transformar o mundo da maneira com atualmente o concebemos.

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
NovoLogoEpocaNegociosMar2016_Branco.png