O PULO DO GATO NO INVESTIMENTO AMBIENTAL

Vivemos hoje uma emergência climática global. Conservar áreas naturais se tornou, de certa forma, um tipo de autopreservação

Anos atrás, dei uma longa entrevista que, a certa altura, tomou um rumo curioso. Eu acabara de anunciar a criação da reserva Natural Salto Morato, no Paraná. Trata-se de uma extensão de mais de 2 mil hectares de Mata Atlântica que a Fundação Grupo Boticário adquiriu em 1994, como parte de nossa missão de contribuir para a preservação ambiental. Feitas as perguntas de praxe, já perto do final da conversa, a jornalista quis saber: “Dr. Miguel, qual é o pulo do gato?”. Não consegui conter o sorriso.

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png
NovoLogoEpocaNegociosMar2016_Branco.png