OK_Amy Webb 2.jpg
Capa

“O METAVERSO SERÁ UMA REVOLUÇÃO DE LONGO PRAZO”

Para Amy Webb, a nova tecnologia não chegará imediatamente ao ambiente de trabalho. “Ninguém quer interagir com um avatar”, afirma a futurista. O metaverso só estará entre nós, diz, quando for possível realizar reuniões imersivas com seres humanos digitais

Não é possível prever o futuro.” É dessa maneira que a norte-americana Amy Webb tenta desarmar aqueles que se apegam ao sentido literal da palavra “futurista”, demandando respostas precisas para suas inquietações. “Mas é possível prever futuros”, afirma. À frente do Future Today Institute, fundado em 2006, a principal função da futurista é construir cenários múltiplos, que mostram as possibilidades do que está por vir. “Trabalho com dados e modelos quantitativos, nas áreas de ciência, tecnologia, negócios e inovação”, diz. “Faço pesquisas profundas: busco sinais de mudança em milhões de dados, interpreto esses sinais e avalio tendências que podem gerar transformações no longo prazo.”

GloboMais.jpg

Gostou? Para ter acesso a essa reportagem completa e ao conteúdo integral da edição, acesse a Época Negócios pelo aplicativo Globo+, que está disponível na Google Store e na iTunes Store. 

GoogleStore.png
AppStore.png